Seminário Internacional sobre a Prospecção de Energias Renováveis

 eng-logo English

De 5 a 12 abril de 2017 realizou-se o Seminário Internacional sobre a prospecção de energias renováveis, coordenado pelo grupo de pesquisa Políticas Públicas e Dinâmicas de Desenvolvimento Territorial, liderado pelo Prof. Dr. Christian Luiz da Silva, que recebeu a Prof.ª Dr.ª Mayra Casas Vilardell (Universidad Pinar del Río), o Prof. Dr. Alain Hernández Santoyo, pós-doutorando pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná, e a Prof.ª Arielys Martínez Hernández, da Universidad de Pinar del Río, que está realizando o seu doutorado sandwich de março a setembro deste ano no Programa de Pós-graduação em Tecnologia e Sociedade sob a orientação do Prof. Christian.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este seminário internacional faz parte da cooperação internacional entre a Universidade Tecnológica Federal do Paraná e da Universidad Pinar del Rio (UPR) financiado pela CAPES do edital MÊS/CUBA. O projeto está no 3 ano de realização e finaliza em 2018. Além das missões de trabalho estão sendo realizadas as missões de estudo, que faz parte neste ano a Prof. Arielys e no final do ano o Prof. Decio Estevão do Nascimento fará seu pós-doutorado na UPR.

O projeto é financiado pelo Edital Universal e nesta oportunidade conta com outros parceiros, como Unioeste e UNILA.

Este projeto compõe o esforço de internacionalização do Programa de Pós-graduação em Tecnologia e Sociedade e do Programa de Planejamento e Governança Pública. E conta também com apoio e ação conjunta com o Departamento de Gestão e Economia.

Fonte:
Visita internacional da Prof.ª Mayra Casas: fruto de um projeto de cooperação internacional (Notícias UTFPR)

Após COP22, Marrocos Implementará 100% de Energia Renovável

eng-logo English

Na COP22, a comunidade global reuniu-se para discutir, entre outros, como avançar mais rapidamente para fontes de energia mais sustentáveis. Essa transição deve ser entendida como uma fonte de inovação e um motor de mudança para um sistema econômico que trabalhe dentro dos limites da Terra. Marrocos apontou alguns desses ganhos com sucesso, mas ainda há um longo caminho a percorrer para mudar seus padrões de energia. Leia o relatório da CleanTecnica sobre os desafios da Marrocos no país anfitrião da COP neste processo.

Na COP22, 48 países se comprometeram a “se esforçar para atender a 100% da produção nacional de energia renovável o mais rápido possível, trabalhando para acabar com a pobreza energética, proteger a água ea segurança alimentar, levando em conta as circunstâncias nacionais”. Unidos como o Climate Vulnerable Forum (CVF). Com a sua declaração, estes países demonstram liderança única em Marraquexe, cumprindo a promessa de fazer a primeira COP após a entrada em vigor do Acordo de Paris, uma “COP da Acção”.

As mudanças no setor de energia implicam mudanças em toda a economia e, portanto, precisam de planejamento e integração entre ciência e tecnologia, economia, processo político e esfera cultural também.

img_01241

Energia renovável bate recordes mundiais em 2015, mostra relatório

eng-logo English

Um aumento no novo vento, plantas e capacidade solar e hidráulica viu energia renovável esmagar registros globais no ano passado, de acordo com um relatório sobre a nova oferta. Alguns 147 gigawatts de eletricidade renovável veio em linha em 2015 – o maior aumento anual de sempre e tanto quanto da África toda a capacidade de geração de energia. Investimento em energia limpa aumentou para US $ 286bn (£ 198bn), com a contabilidade da energia solar por 56% do total de energia e vento para 38%.

Leiao artigo completo em http://meioambienterio.com/2016/06/17169/energia-renovavel-bate-recordes-mundiais-em-2015-mostra-relatorio/

img_0078-2

Participação dos nossos pesquisadores em evento da ITAIPU Binacional

eng-logo English

Nossos pesquisadores participaram do “Seminário Internacional sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento com foco no nexo Água, Energia e Alimentos” do 17 a 19 de maio de 2016 no Parque Tecnológico Itaipu fazendo parte de um grupo de estudantes da Profa. Sigrid Andersen e pesquisadores do programa MADE e de Engenharia Ambiental da UFPR. Depois do evento os pesquisadores também participaram de um curso de SIG especializado em gerenciamento de recursos hídricos foi oferecido pelo Centro Internacional de Hidroinformática (CIH).